“Ide pelo mundo inteiro e anunciai o Evangelho a toda criatura” Mc 16,15

Diocese de Piracicaba: Missa, abertura de exposição e lançamento de selo marcam início do Jubileu de Brilhante

  • Diocese de Piracicaba
  • Destaque
  • Diocese de Piracicaba: Missa, abertura de exposição e lançamento de selo marcam início do Jubileu de Brilhante

Tendo como tema “Queremos ser uma Igreja discípula, missionária e misericordiosa” e o lema “Eu te constituí como luz das nações para levares a salvação até os confins da terra” (At 13,47), a Igreja Diocesana estará unida no domingo do Senhor, 9 de setembro, às 15h, na abertura oficial do Ano Jubilar em celebração dos 75 anos de criação e instalação da Diocese de Piracicaba. Missas solenes serão celebradas nas Regiões Pastorais, todas no mesmo horário.

Embora a diocese tenha sido criada em 26 de fevereiro de 1944 e instalada em 11 de junho do mesmo ano, a data de 9 de setembro foi escolhida para abertura das festividades devido a posse canônica do primeiro bispo diocesano, Dom Ernesto de Paula, ocorrida em 8 de setembro de 1945.

Em Piracicaba, as três regiões estarão unidas na celebração que ocorrerá na Sé Catedral Santo Antônio, que será presidida pelo bispo diocesano Dom Fernando Mason e concelebrada pelos padres das 30 paróquias que compõem as regiões Piracicaba 1, 2 e 3.

Na Região Pastoral Capivari, a celebração ocorrerá na Paróquia Senhor Bom Jesus, na cidade de Rio das Pedras. Já na Região Pastoral Rio Claro, a missa será celebrada na Paróquia São João Batista, em Rio Claro, enquanto que na Região Santa Bárbara, os fiéis irão se reunir na Matriz Santa Bárbara, em Santa Bárbara D’Oeste, e na região São Pedro, a celebração eucarística será na Matriz São Pedro, na cidade de São Pedro.

Padre Marcelo Sales, presidente da Comissão dos 75 anos, informa que os preparativos do Jubileu começaram no segundo semestre de 2016, quando uma comissão foi constituída para preparar as diversas atividades. “Em setembro do ano passado lançamos o concurso diocesano para a escolha do Hino e do Logotipo oficiais do Jubileu. Em março deste ano, durante a missa dos Santos Óleos, ocorrida em 28 de março na Catedral, foram apresentados os vencedores. O autor do Hino, Carlos Roberto Furlan e do Logotipo, Thiago Torina, foram homenageados e presenteados”, lembra o sacerdote.

O Jubileu dos 75 anos de criação e instalação da Diocese de Piracicaba se estenderá até 8 de setembro de 2019. No decorrer do ano jubilar várias atividades serão desenvolvidas pelas diversas pastorais e movimentos que atuam na ação evangelizadora e missionária da nossa Igreja Particular. O encerramento está marcado para 8 de setembro de 2019, em Piracicaba, em local ainda a ser definido.

Exposição Jubilar itinerante percorrerá paróquias da diocese

No domingo, 9 de setembro, após a celebração ocorre simultaneamente em Piracicaba e em Rio Claro, a abertura da “Exposição Jubilar” itinerante. Ambas as mostras são compostas por 13 painéis que contêm fotos históricas que mostram a trajetória e o crescimento de nossa Igreja Particular em sete décadas e meia de evangelização. Um roteiro foi elaborado para que a mostra percorra todas as paróquias da diocese no período de setembro de 2018 a setembro de 2019.

Em cada painel há além de fotos, um resumo da história da criação e instalação da diocese a partir do trabalho episcopal de cada um dos cinco bispos diocesanos: Dom Ernesto de Paula, Dom Aníger Francisco de Maria Melillo, Dom Eduardo Koaik, o piracicabano Dom Moacyr José Vitti e Dom Fernando Mason.

Todo o trabalho de pesquisa, seleção das imagens e elaboração dos textos foi realizado por uma comissão de curadores composta pelos padres Kleber Fernandes Danelon e Aparecido Barbosa, diácono Carlos Alberto Vila, Renata Gava e Everson Bonassi, sob a coordenação do padre Marcelo Sales, presidente da Comissão dos 75 anos.

Procure saber quando a exposição estará em sua paróquia, visite-a e conheça a história de nossa Igreja Particular.

Lançamento de selo do Jubileu

Em parceria com a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos será apresentado também em 9 de setembro, na Sé Catedral Santo Antônio, o Selo personalizado, alusivo aos 75 anos de criação e instalação da Diocese de Piracicaba pelos Correios. Com edição limitada, os interessados em adquirir o selo devem entrar em contato pelo telefone (19) 2106-7571.

Brasão da Diocese é revisado para os 75 anos

 

Entre as ações do Ano Jubilar (75 anos) de criação e instalação da Diocese de Piracicaba, o Brasão Diocesano foi revisado, tendo vários elementos simbólicos próprios da heráldica, a identidade, os ideais, a essência e os seus valores que norteiam a Igreja, o Brasão é de autoria de padre Altair Aparecido Soares e foi criado no ano de 2012.

Tendo o aval do autor, a revisão do Brasão contou com o auxílio da empresa “Adora Comunicação Católica” e recebeu cores mais fortes, assim ressaltando as “marcas de nossa fé e identidade”, como informa o Decreto do bispo diocesano Dom Fernando Mason.

O símbolo é composto de vários elementos que remetem à história da Igreja e da diocese. No brasão estão os rios que pertencem ao território diocesano (Piracicaba, Capivari e Corumbataí), a Sagrada Escritura, o lírio de Santo Antônio, o báculo, os peixes, a cruz, entre outros.

Segue o “Memorial Descritivo” do novo Brasão Diocesano:

“Emoldurado ao corpo do brasão estão a mitra (símbolo do poder espiritual e da dignidade episcopal, forrada em vermelho, da qual descem duas ínfulas), a Cruz Processional (símbolo do caminho que nos leva à salvação), o báculo (símbolo da missão de conduzir todo o rebanho ao Cristo Salvador) e um listel com o nome da Diocese de Piracicaba.

No Campo vermelho do escudo do Brasão há um cesto com três pães, lembrando a caridade e o cuidado com os pequenos, marcas fortes de nosso padroeiro Santo Antônio. O número três é símbolo divino da plenitude. Retrata a Eucaristia, fonte e ápice da vida e da missão da Igreja. Este símbolo também lembra que a Diocese foi instalada no Congresso Eucarístico Regional, promovido pela então Diocese de Campinas, da qual foi desmembrada em 11 de junho de 1944. A cor vermelha simboliza a virtude do amor e do ardor missionário, da fortaleza, do martírio, da fidelidade e do serviço ao próximo.

No Campo cor ouro, a Sagrada Escritura e o Lírio de Santo Antônio. A Bíblia, Palavra de Deus, ilumina e conduz a ação evangelizadora da Diocese; foi fonte de sabedoria e inspiração de seu Padroeiro, Doutor Evangélico e exímio teólogo, Santo Antônio. O lírio refere-se à pureza, à castidade e ao vigor do testemunho de vida deste Santo, na sua entrega a Deus. A cor ouro indica a excelência da caridade, e mostra o amor e a nobre missão de pastorear o povo de Deus.

No Campo azul, os três rios que sulcam o território da Diocese: o Rio Piracicaba, que dá o nome à Diocese, e que na língua tupi significa “lugar onde o peixe pára”; o Rio Corumbataí, que na língua tupi significa “rio dos peixes corumbatá”; e o Rio Capivari, que na língua tupi significa “rio das capivaras”. A cor azul refere-se às virtudes da justiça, lealdade, doçura e piedade, e também é a cor de Maria, marcando assim nossa devoção mariana.

Ainda no campo azul, o peixe é símbolo da cidade de Piracicaba, sede da Diocese. As primeiras comunidades cristãs, para identificar sua pertença religiosa, utilizavam o símbolo do “peixe”, palavra essa que num acrônimo em grego antigo significa, “Jesus Cristo, Filho de Deus Salvador” ou “Jesus Cristo Salvador, Filho de Deus”. Os quatro peixes representam a abundância das bênçãos divinas sobre o nosso povo, e é símbolo da vida e da fartura.

Ao centro, a estrela de oito pontas, que representa a Virgem Maria. São Bernardo recorda que o nome Maria significa “estrela”, sendo a Virgem comumente invocada como “Estrela que guia no alto mar” (Stella Maris) e “Estrela da manhã”. No Brasão retrata Nossa Senhora dos Prazeres (ou das Alegrias), padroeira do primeiro povoado. Da estrela desce um raio de luz que se abre para os rios, representando o manto da Virgem Maria, Mulher vestida de sol (Ap 12,1), que protege e ilumina a nossa vocação e missão. A cor prata na estrela, nos peixes e na distinção das águas dos rios indica as virtudes da fé, amizade, justiça, pureza e integridade”.


Memorial descritivo do Logotipo oficial do Jubileu de Brilhante


No centro apresenta-se o mistério da Cruz, que é o sinal salvífico de todo cristão (cf. At 2,23) e exprime a essência de nossa fé. Por ela, fomos salvos e somos guiados. Por isso, ela carrega consigo o numeral “75” de nosso Jubileu de Brilhante.

Ao seu redor, o círculo representa a unidade e a harmonia do povo de Deus. Representa também o mistério eucarístico, em torno do qual foi criada a Diocese de Piracicaba com a Bula “Vigil Campinensis Ecclesiæ” e instalada durante o Congresso Eucarístico Regional.

O círculo aberto representa ainda a Igreja iluminada pelo Espírito para levar a salvação até os confins da terra (cf. At 13,47).

Da união desses dois elementos (Cruz e círculo) temos a marca histórica da presença da porção do povo de Deus, aqui representada pelo mapa do território diocesano.

Abaixo, banhados pelas águas do rio Piracicaba, onde está a sede da nossa Diocese, somos todos convocados a renovar nossa missão de batizados, na construção de uma Igreja cada vez mais discípula, missionária e misericordiosa.

Por fim, segue a nominata “Diocese de Piracicaba” e os anos de sua Criação e Instalação (1944) e do seu Jubileu de Brilhante (2019), com o tema “Queremos ser uma Igreja discípula, missionária e misericordiosa” e o lema “Eu te constituí como luz das nações para levares a salvação até os confins da terra” (At 13,47).

 

 

 

 

Oração Jubilar da Diocese de Piracicaba

Deus, nosso Pai, nós vos louvamos pelos 75 anos de Criação e Instalação de nossa Diocese e pela evangelização realizada por ela entre nós. Perdoai nossas infidelidades ao Evangelho do vosso Filho. Vinde em nosso auxílio, pois, “queremos ser uma Igreja discípula, missionária e misericordiosa”. Pela intercessão de Maria, Mãe da Igreja, e de Santo Antônio, nosso padroeiro, ajudai-nos a viver com coragem esta vossa Palavra: “Eu te constituí como luz das nações para levares a salvação até os confins da terra” (At 13,47). Por Jesus Cristo, nosso Senhor. Amém.

 

Conheça a letra do Hino do Jubileu de Brilhante


Agradece a Deus
Tantos anos de labor
Diocese de Piracicaba
Povo Santo do Senhor

Brilhante Jubileu
Felizes celebramos
Consagrando a Deus
Nossos setenta e cinco anos

Venha sobre nós
Teu Espírito de amor
Reúne o Teu povo
Em tua Igreja, ó Senhor

A cada dia um novo olhar
Igreja viva em missão
Tú és, Senhor, nosso destino
Sempre unidos em Comunhão

Com fé e devoção
Servindo sem temor
Ungidos pela graça
Que nos vem do Bom Pastor

Muito já se caminhou
Muito há por se fazer
Grandes são os desafios
Que nos levam a crescer

Com Maria, Mãe de Deus
Cantamos ao Senhor
Em coro com os anjos
Elevamos o louvor

Brilhante Jubileu
Felizes celebramos
Consagrando a Deus
Nossos setenta e cinco anos
Consagrando a Deus
Nossos setenta e cinco anos

 

Ouça o Hino do Jubileu de Brilhante

Partitura do Hino do Jubileu de Brilhante 

 

Onde estamos

Av. Independência, 1146 – Bairro Higienópolis
Cep: 13.419-155 – Piracicaba-SP
Fone: 19 2106-7575
Falar Conosco

Horários de Funcionamento

Cúria Diocesana

Segunda à Sexta das 08h às 11:30 e das 13h às 17h.

Assessoria de Comunicação

Segunda à Sexta das 13:30 às 17:30

Diocese de Piracicaba