“Ide pelo mundo inteiro e anunciai o Evangelho a toda criatura” Mc 16,15

Frei Sigrist: o missionário dos pobres

No próximo dia 18 de outubro, às 19h30, será celebrada a Missa solene de encerramento do ano jubilar dos 20 anos de falecimento de Frei Francisco Erasmo Sigrist (Frei Sigrist). A celebração será presidida por Frei José Orlando Longarez (OFMCap) e concelebrada por demais sacerdotes presentes, na Capela São Francisco de Assis e Santa Clara, na Alameda Frei Sigrist, 115, no Jardim Glória, em Piracicaba.

A abertura do ano jubilar de falecimento de Frei Sigrist aconteceu em 6 de outubro do ano passado, em missa festiva celebrada pelos Freis Mauricio dos Anjos e José Orlando Longarez (OFMCap). A celebração também foi realizada na Capela São Francisco de Assis e Santa Clara, no Jardim Glória e contou com a participação de 150 pessoas, entre moradores, amigos e admiradores de Frei Sigrist.

A iniciativa de celebrar o ano jubilar partiu de dois grupos de leigos ligados à espiritualidade franciscana de Madre Cecília do Coração de Maria; “leigos missionários de Mamãe Cecília” e “Grupo de mães que oram pelos filhos, Mamãe Cecília” e contou com o apoio e participação dos Irmãos da Ordem Franciscana Secular, da Paróquia Sagrado Coração de Jesus (Frades).

Durante o ano jubilar aconteceram várias atividades no “barraco”, antiga residência franciscana de Frei Sigrist, localizado no Jardim Glória. O espaço abrigou a Fraternidade Nossa Senhora da Glória e foi a residência do religioso durante 15 anos de ministério sacerdotal. O “barraco” foi restaurado pela Prefeitura de Piracicaba, e por ser um patrimônio histórico do município está em processo de Tombamento pelo Codepac (Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural de Piracicaba).

No “barraco” há um pequeno acervo de objetos, vestuário, utensílios, móveis, obras de arte, artesanatos e manuscritos, tudo original da época em que havia a Fraternidade de Nossa Senhora da Glória, dos Frades Menores Capuchinhos.

FREI SIGRIST - Francisco Erasmo Sigrist nasceu em Helvétia, Indaiatuba (SP), em 30 de maio de 1932. Exerceu 15 anos de ministério sacerdotal em Piracicaba. Depois de ordenado, em janeiro de 1984, foi enviado para o convento e Paróquia Sagrado Coração de Jesus (Frades), como vice mestre de noviços e vigário-paroquial. Em janeiro de 1985 iniciou seu trabalho junto à Fraternidade Nossa Senhora da Glória, uma favela de Piracicaba, onde viveu em busca da realização social e vida religiosa, até sua morte em 18 de outubro de 1998. Na época em que Frei Sigrist iniciou sua peregrinação, a comunidade contava com 30 famílias, que atuavam na construção de suas casas por meio de mutirão, com verba que ele conseguiu junto à entidades suíças. Após sua morte, Frei Sigrist foi homenageado pela comunidade, com o seu nome na principal rua do bairro. Entre os vários espaços públicos que recebeu seu nome está a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Vila Cristina, em Piracicaba. (colaboração: Claudinei Pollesel)

Onde estamos

Av. Independência, 1146 – Bairro Higienópolis
Cep: 13.419-155 – Piracicaba-SP
Fone: 19 2106-7575
Falar Conosco

Horários de Funcionamento

Cúria Diocesana

Segunda à Sexta das 08h às 11:30 e das 13h às 17h.

Assessoria de Comunicação

Segunda à Sexta das 13:30 às 17:30

Diocese de Piracicaba