“Ide pelo mundo inteiro e anunciai o Evangelho a toda criatura” Mc 16,15

Santuários Marianos: devoção à mãe de Jesus

A devoção a Maria - Mãe de Jesus e nossa por adoção – é marca do cristão católico. Na Diocese de Piracicaba esta devoção está presente nas diversas paróquias e capelas que têm Maria como sua padroeira, incluindo os dois Santuários Marianos: Nossa Senhora dos Prazeres, na cidade de Piracicaba, e Nossa Senhora da Boa Morte e Assunção, na cidade de Rio Claro.

Ambos os santuários marianos foram criados pelo terceiro bispo diocesano, Dom Eduardo Koaik, no ano de 2001. O primeiro - de Nossa Senhora dos Prazeres - foi criado e instalado no dia 26 de julho, na festa de São Joaquim e Sant´Ana, pais de Maria; o segundo – de Nossa Senhora da Boa Morte e Assunção, – no dia 14 de agosto, quando tradicionalmente se celebra as vésperas da Assunção de Nossa Senhora.

Os dois santuários se fundamentam em aspectos históricos significativos. Nossa Senhora dos Prazeres foi a primeira padroeira de Piracicaba, berço e sede da diocese. A igreja de Nossa Senhora da Boa Morte e Assunção, na cidade de Rio Claro, é o mais antigo templo da região em honra de Maria, conforme Provisão Episcopal de construção expedida em 26 de março de 1856.

Santuário Nossa Senhora dos Prazeres - Instalado oficialmente em 26 de julho de 2001, em solene Celebração Eucarística presidida por Dom Eduardo Koaik, o Santuário Nossa Senhora dos Prazeres teve como primeiro reitor o padre Antônio Carlos D´Elboux. A partir de 2 de fevereiro de 2008, o padre Edvaldo de Paula Nascimento assumiu como segundo reitor, e desde o início de 2018, o ofício é exercido pelo padre João Carlos da Cunha.

Os livros históricos registram que, em 1766, o português Morgado de Mateus, capitão-geral da Capitania de São Paulo, mandou que se começasse um povoado na região próxima do Rio Piracicaba. Também determinou ao povoador, Antônio Correa Barbosa, que fosse feita uma capela em honra de Nossa Senhora dos Prazeres, devoção de origem portuguesa que venera as sete grandes alegrias de Nossa Senhora. Assim, tornou-se a primeira padroeira do povoado de Piracicaba. Anos mais tarde, o povoador preferiu colocar como padroeiro o santo de seu nome, Santo Antônio de Lisboa. Diante das reclamações populares ele teria criado a lenda de que a imagem de Nossa Senhora fora carregada pelos anjos rio abaixo.

Nossa Senhora da Boa Morte e Assunção - A Igreja de Nossa Senhora da Boa Morte e Assunção, na cidade de Rio Claro, pertence à Paróquia São João Batista. No dia 14 de agosto de 2001, quando se comemorava o 136º aniversário da sua primeira bênção - ocorrida em 1865 -, Dom Eduardo presidiu solene celebração para marcar a nova dedicação do templo depois de ter passado por grandes reformas.

A cerimônia também marcou a elevação e instalação do Santuário Mariano Diocesano, tendo como reitor Monsenhor Jamil Nassif Abib, pároco da Paróquia São João Batista. Monsenhor Jamil exerceu o ofício até 12 de fevereiro de 2006, quando padre Ronaldo Francisco Aguarelli assumiu a reitoria e, desde 2015, exerce o ofício de reitor o padre Antonio Portilho.

Além do aspecto histórico, isto é, de ser o mais antigo templo da região em honra de Maria, outros fatores contribuíram para que a igreja fosse elevada a dignidade de santuário diocesano, segundo o decreto de Dom Eduardo: o histórico papel desempenhado por ela, ao redor e a partir dela, nos movimentos religiosos da cidade, como a instituição das irmandades de Nossa Senhora da Boa Morte e Assunção (1858), de São Benedito (1885), de Nossa Senhora do Rosário (1906) e do Bom Jesus (1921), e o surgimento de comunidades onde hoje se encontram a igreja de São Benedito e a Paróquia Bom Jesus; o notável e pioneiro centro de atendimento social implantado em seus anexos desde 1944, por Monsenhor Antônio Martins da Silva; além das tradicionais manifestações de piedade mariana que fizeram do Santuário o local de peregrinações no Ano Santo Mariano de 1988.

Neste mês de maio, que por tradição é dedicado a Maria, que possamos visitar os Santuários Marianos de nossa diocese e pedir sua intercessão por nossa Igreja Particular neste seu Jubileu de Brilhante.

Maria, Mãe e intercessora da Igreja, rogai por nós! 

Onde estamos

Av. Independência, 1146 – Bairro Higienópolis
Cep: 13.419-155 – Piracicaba-SP
Fone: 19 2106-7575
Falar Conosco

Horários de Funcionamento

Cúria Diocesana

Segunda à Sexta das 08h às 11:30 e das 13h às 17h.

Assessoria de Comunicação

Segunda à Sexta das 13:30 às 17:30

Diocese de Piracicaba