“Ide pelo mundo inteiro e anunciai o Evangelho a toda criatura” Mc 16,15

O Clero Diocesano – Um dom a ser celebrado

Pe. Antonio César Maciel Mota 13/08/2019  |  16:54:36

Celebrando o Jubileu dos seus 75 anos, a Diocese de Piracicaba também celebra o dom da vida sacerdotal, com o qual vem sendo abençoada, através de um gradativo crescimento de seu clero diocesano. Hoje, contamos com 72 padres diocesanos, 35 jovens em processo de formação para o sacerdócio, além dos inúmeros jovens que vêm sendo acompanhados pelo Serviço de Animação Vocacional da Diocese.

O clero diocesano é de suma importância para uma diocese, porque – composto pelo epíscopo e presbíteros – se expressa como a presença de Cristo e de sua ação pastoral, no meio e em favor do povo. Sem a presença de um Clero que, na vida e na ação pastoral, transpareça a presença de Cristo, o povo volta àquele estado que tanto tocou Jesus, quando olhou para Jerusalém e chorou, porque povo o estava como que «ovelhas sem pastor». Por isso, o dom da vocação sacerdotal é digno de ser acolhido e acompanhado, para que possa frutificar e ser celebrado. Com a graças de Deus, nossa Diocese não tem medido esforços para acolher e acompanhar o dom das vocações e, por isso, nos 75 anos de sua criação, também celebra jubilosamente seus frutos vocacionais.

A vida do clero diocesano da Diocese de Piracicaba se insere nos motivos pelos quais rendemos graças a Deus, na celebração do Jubileu de Brilhante da Diocese, também pela qualidade que a caracteriza, qualidade esta que transparece por meio da fraternidade presbiteral, vivida através das relações de acolhida, amizade e cooperação que, em geral, percebemos entre os nossos padres. De fato, desde o Concílio Vaticano II, a Igreja vem promovendo o valor da fraternidade entre os seus ministros, tanto como força evangelizadora, quanto ajuda para cada ministro, em particular. A força evangelizadora contida na fraternidade presbiteral passa pelo valor que encontramos na unidade. O próprio Senhor, ao orar ao Pai, naquela que foi chamada Oração Sacerdotal de Jesus, pediu a unidade para os seus ministros e acenou que é por meio dela que o mundo dá credibilidade ao que a Igreja prega (cf. Jo 17,1-26). Já a ajuda que a fraternidade presbiteral pode dar a cada presbítero, em particular, consiste no fato de os padres sentirem-se ligados entre si, por meio de relações de reciprocidade e cooperação, o que proporciona a satisfação de atuar em um ambiente caracterizado por uma atmosfera de confiança, que encontra sua origem na vida do próprio Deus, que é Santíssima Trindade, uma Comunidade de Amor.

A Fraternidade presbiteral que caracteriza e deve sempre caracterizar a vida do clero de uma diocese – cuja importância é recordada pelas comemorações jubilares que estamos vivendo – é sinal daquilo que rezamos na celebração da Santa Missa: «Renovai, Senhor, à luz do Evangelho, a vossa Igreja. Fortalecei o vínculo da unidade entre os fiéis leigos e os pastores do vosso povo, em comunhão com o nosso Papa e o nosso Bispo, e os bispos do mundo inteiro, para que o vosso povo, neste mundo dilacerado por discórdias, brilhe como sinal profético de unidade e de paz» (Oração Eucarística VI-A).

Celebrar significa tornar célebre, dar visibilidade àquilo de valoroso que se encontra em nossas vidas cotidianas, tendo, então, a vida do nosso clero tantos valores imprescindíveis para que a nossa Igreja seja uma igreja valorosa, credível e – por isso – eficaz. Então, a vocação e a vida do nosso clero, que um dia foi acolhida, acompanhada e, aos poucos, frutificada, agora também merece ser celebrada e festejada.

Pe. Antonio César Maciel Mota
Reitor do Seminário Diocesano de Teologia São José
 

Onde estamos

Av. Independência, 1146 – Bairro Higienópolis
Cep: 13.419-155 – Piracicaba-SP
Fone: 19 2106-7575
Falar Conosco

Horários de Funcionamento

Cúria Diocesana

Segunda à Sexta das 08h às 11:30 e das 13h às 17h.

Assessoria de Comunicação

Segunda à Sexta das 13:30 às 17:30

Diocese de Piracicaba