“Ide pelo mundo inteiro e anunciai o Evangelho a toda criatura” Mc 16,15

Regimento das Regiões Pastorais

1. A Diocese de Piracicaba se articula em sete regiões pastorais. São estas, com suas respectivas paróquias ou quase-paróquias (entre parênteses o ano da criação):

Região Piracicaba 1

01. Santo Antônio - Catedral (1774)

02. Senhor Bom Jesus do Monte (1922)

03. São José (1959)

04. Sagrado Coração de Jesus (1967)

05. São Francisco Xavier (1981)

06. Q-P Santa Cruz - Anhumas (1990)

07. Menino Jesus de Praga (1999)

08. São Francisco de Assis (1999)

09. Q-P Imaculada Conceição (2011)

Região Piracicaba 2

01. Imaculado Coração de Maria (1953)

02. São Judas Tadeu (1956)

03. Santa Cruz e São Dimas (1959)

04. Santa Catarina (1975)

05. Nossa Senhora Aparecida (1981)

06. Santa Clara (1999)

07. São Paulo Apóstolo (2009)

08. São José - Tupi (2011)

Região Piracicaba 3

01. Imaculada Conceição (1914)

02. Santa Teresinha (1965)

03. Sant´Ana (1979)

04. São Pedro (1979)

05. Q-P São João Batista - Ártemis (1991)

06. São Lucas (1993)

07. Q-P Imaculada Conceição e Sant’Ana (1996)

08. Nossa Senhora dos Prazeres (1996)

09. Sagrada Família (2003)

10. Divino Pai Eterno (2007)

11. Santa Rosa de Lima (2011)

Região Rio Claro

01. São João Batista (1832)

02. Nossa Senhora Aparecida (1941)

03. Nossa Senhora da Saúde (1964)

04. Sant´Ana (1964)

05. Bom Jesus (1966)

06. Santa Cruz (1966)

07. São José Operário (1988)

08. Espírito Santo (1998)

09. São Francisco de Assis (1999)

10. Q-P Santo Antônio - Ajapi (2002)

11. Imaculado Coração de Maria (2006)

12. São José - Corumbataí (1923)

13. São Joaquim - Santa Gertrudes (1936)

14. Nossa Senhora da Conceição - Ipeúna (1991)

Região Santa Bárbara

01. Santa Bárbara (1842)

02. Nossa Senhora Aparecida (1960)

03. Senhor Bom Jesus (1979)

04. São José (1982)

05. Imaculada Conceição (1986)

06. São Sebastião (1989)

07. São João Batista (1993)

08. Santo Antônio (1994)

09. São Judas Apóstolo (1997)

10. São Francisco de Assis (2008)

11. São Paulo Apóstolo (2011)

Região Capivari

01. São João Batista (1826)

02. São Benedito (1961)

03. Nossa Senhora de Fátima (2004)

04. Bom Jesus - Rio das Pedras (1898)

05. Nossa Senhora de Lurdes - Rafard (1922)

06. Sagrado Coração de Jesus - Saltinho (1937)

05. São Pedro - Mombuca (1982)

Região São Pedro

01. São Pedro (1864)

02. São José (2008)

03. Santa Maria – Santa Maria da Serra (1889)

04. Nossa Senhora do Rosário - Charqueada (1922)

05. Imaculada Conceição - Águas de S. Pedro (1954)

Definição

2. Cada região é uma unidade pastoral que articula as comunidades paroquiais.

3. A região, promulgada pelo bispo diocesano, tem legitimidade pastoral e por isso é integrada a ele e aos seus organismos de governo.

Finalidades

4. Responder às necessidades pastorais da própria realidade da região, buscando uma ação conjunta e orgânica, seguindo o Plano Diocesano de Pastoral;

5. Promover a integração, o diálogo, a sintonia com os objetivos e as opções da diocese como um todo, superando o isolamento das paróquias e de seus agentes pastorais;

6. Tornar as paróquias constantemente presentes no governo diocesano;

7. Possibilitar a troca de experiência entre as várias comunidades, a reflexão comum entre os agentes pastorais e o planejamento da ação evangelizadora.

Coordenação

8. O presbítero coordenador da região é o responsável por ela.

9. Funções do coordenador de região:

• promover o entrosamento, a amizade e o diálogo entre os presbíteros da região;

• incentivar a aplicação do Plano de Pastoral com a participação dos ministros ordenados, religiosos e agentes de pastorais e movimentos;

• apresentar as necessidades, opiniões e interesses da região junto ao bispo, ao Conselho de Presbíteros e ao Conselho Diocesano de Pastoral;

• levar fielmente à região as reflexões, recomendações e resoluções dos organismos diocesanos;

• acompanhar os párocos e equivalentes no cuidado dos bens eclesiásticos, documentos, administração e vida litúrgica paroquial, conforme o recomendado neste diretório (cf. CDC, cân. 555 § 1, 3º).

10. Conforme o Código de Direito Canônico (cân. 555), o bispo, na medida da necessidade, ampliará a competência dos coordenadores de região.

Constituição

11. A região será constituída por dois organismos: pelos presbíteros que atuam na região e pelo Conselho Regional de Pastoral (CRP).

12. São membros do CRP:

• O coordenador da região pastoral;

• Párocos, vigários e administradores paroquiais;

• Um diácono

• Um membro do núcleo diocesano da CRB que atue na região

• Um leigo de cada paróquia que participe do CPP e seja por ele indicado.

Funções dos organismos

13. À luz da orientação da Pastoral Presbiteral, os presbíteros da região se dedicarão mais à sua vida e ministério, constituindo como que um “presbitério da cidade”, resgatando uma experiência eclesial historicamente originária.

14. Os presbíteros elegerão um presbítero como coordenador de região em votação secreta por cédulas diante de todos – sendo que no primeiro escrutínio será a maioria absoluta e no segundo escrutínio, a maioria relativa – pelo período de dois anos, podendo ser reconduzido em nova eleição.

15. O Conselho Regional de Pastoral é o organismo de reflexão, decisão e aplicação dos assuntos pastorais e da ação evangelizadora, contemplando a ministerialidade local.

16. Acompanhar o crescimento demográfico da região com a finalidade de enviar sugestões ao bispo e ao Conselho Presbiteral para erigir, suprimir ou modificar paróquias na região de acordo com cada realidade.

17. Onde for possível, o coordenador regional crie um secretariado de pastoral que o auxilie na execução das decisões do CRP e seja representado nele.

18. O CRP se reunirá cinco vezes ao ano, em datas definidas no calendário diocesano, e extraordinariamente conforme a necessidade.

19. Em caso de transferência ou renúncia aceita do coordenador da região pastoral, os presbíteros da mesma região elejam o novo coordenador até o fim do mandato corrente.

Onde estamos

Av. Independência, 1146 – Bairro Higienópolis
Cep: 13.419-155 – Piracicaba-SP
Fone: 19 2106-7575
Falar Conosco

Horários de Funcionamento

Cúria Diocesana

Segunda à Sexta das 08h às 11:30 e das 13h às 17h.

Assessoria de Comunicação

Segunda à Sexta das 13:30 às 17:30

Diocese de Piracicaba